abril

 

ABRIL SITIADO

O que não foi revelado
virou chumbo no começo de abril.
Homens de chumbo
deceparam abril
entre nuvens cor de chumbo
descoloriram abril.
Fecharam os corações
e as estradas de abril.
Calaram vozes e bocas
nos soturnos calabouços de abril.
Abril não nasceu
em abril, só lágrimas transbordaram
em abril, embotado de chumbo e aço
amordaçado abril,
sitiado abril.
(Frederico Spencer)

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci