Assisti a muitas missas nesta igreja
na época da escola.

A partir deste domino (16), o Recife passa a ter mais uma basílica: a do Sagrado Coração de Jesus. O título foi concedido pelo Papa Bento 16 e será oficializado, neste domingo, numa missa celebrada pelo Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido. É um reconhecimento à beleza e à importância do santuário.

A nova basílica é uma igreja imponente no bairro da Boa Vista, cercada de devoção e de histórias interessantes. A construção começou do altar em diração à porta de entrada. Foram 32 anos até ser inaugurada. Por causa da primeira guerra mundial, a comunidade salesiana na Itália deixou de enviar dinheiro para cá e a obra foi suspensa. Quando a congregação conseguiu juntar dinheiro para terminar a construção da igreja, coincidiu com o período da Segunda Guerra Mundial.

Em 1944, finalmente a igreja ficou pronta. O Santuário do Sagrado Coração de Jesus também guarda obras de arte. Os vitrais com as imagens dos 12 apóstolos foram produzidos na França. Da Itália, veio o mármore usado no altar mor e nos altares laterais. As colunas em estilo grego tornam a arquitetura inconfundível. Num relicário, está um pedaço do cérebro de dom Bosco, fundador da Congregação Salesiana. Diariamente católicos se reúnem no local para rezar.

A movimentação de fiéis, o tamanho da estrutura e a riqueza de detalhes foram pré-requisitos que fizeram com que o Santuária do Sagrado Coração de Jesus recebesse o título de basílica.

“A basílica é uma igreja ligada mais à Santa Sé, ligada ao Papa. Sem diminuir em nada a dependência que ela tem do arcebispo local e a pertença dela à igreja local de Olinda e Recife. A Santa Sé concede esse título para uma igreja que tenha suntuosidade e que tenha bastante movimento litúrgico pastoral. Nós pedimos desde maio do ano passado e agora conseguimos esse título de Basílica Menor”, conta dom Edvaldo Amaral, o reitor da nova basílica (foto 3).

Com o novo título, os fiéis sentem que têm mais responsabilidade. “Eu comecei aqui fazendo o santo terço todos os dias, após a missa, no horário das 7h. Mas a partir de agora a gente tem que ser mais orante, estar mais presente, para que essa graça que recebemos não pereça”, diz a aposentada Elenita Maria dos Santos (foto 4).

A nova basília fica na rua Dom Bosco, no bairro da Boa Vista. A missa de oficialização ocorre às 7h deste domingo (16). Será celebrada por dom Fernando Saburido e pelo reitor da nova basílica, Edvaldo Amaral. Padres salesianos de todo o Nordeste também foram convidados para participar da celebração.

A Arquidiocese de Olinda e Recife possui outras quatro basílicas: no Recife, Nossa Senhora do Carmo e Nossa Senhora da Penha; em Olinda, São Bento; e em Jaboatão dos Guararapes, Maria Auxiliadora.

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci