HIP HOP

 

 

 

 

 

 

Batalha do Terminal

O cenário do Rap/ Hip hop no país vem ganhando gradativamente respeitabilidade e despertando o interesse das pessoas em nosso país. Desde Gabriel – O pensador, a Crioulo, Emicida, Racionais, Zé Brown entre outros, o ritmo, até pouco tempo atrás marginalizado, encontra neste momento maior possibilidade de inclusão. Nas periferias de Recife o Rap vem se popularizando através das batalhas de MCs, as disputas de rimas, improvisadas, de onde sai um campeão. Dia 26 de abril próximo, acontece a Batalha do Terminal, no bairro de Água Fria. Idealizada e coordenada por Rafael Beiton da Silva, o MC Gênio, a Batalha do Terminal, apesar do nome, é um evento de Paz e criação artística na comunidade. Jovens com histórico de vida carente, com portas abertas para a marginalidade e ea violência encontram hoje, no movimento rapper um caminho para seu desenvolvimento enquanto cidadãos, enquanto artistas. Hoje, na cidade, acontecem: Jornada de MCs no Pátio de São Pedro, Duelo da Maresia, Batalha da Escadaria e Batalha do Terminal. Todas com público numeroso e interessado.

Infelizmente, apesar de todo esse retorno positivo, essa arte ainda encontra preconceito entre alguns meios (Inclusive o musical), que têm uma visão menor desse tipo de música,  nascida nas periferias e que inicialmente cantava a violência.  O MC Gênio se aproximou das artes da música e da grafitagem através de projetos sociais. Aos quinze anos, na Escola Antônio Heráclito, teve seu primeiro contato com canto, capoeira, teatro, dança e grafitagem. Após dois anos como aluno, Rafael se tornou monitor/educador desse mesmo projeto social, através de uma seleção. Gravou seu primeiro EP, chamado Eu Sou o Corre, de maneira caseira, e vendeu mais de 2.200 (Duas mil e duzentas cópias) em ônibus, pela região metropolitana, onde fazia rimas improvisadas e ganhava a simpatia das pessoas. Sua música difere-se pelos temas. O Mc Gênio busca em suas letras enaltecer sua terra do coração, Pernambuco, onde cresceu e teve seu primeiro contato de fato com sua música e sua arte. Suas letras também focam temas atuais da sociedade, sempre buscando a o questionamento e a positividade. E é isso que o mesmo busca transmitir aos mais jovens, através de suas letras e de sua concepção da Batalha do Terminal. A batalha na verdade é uma batalha de rimas, em que os jovens duelam e existe um vencedor, que supera os demais pela criatividade/improviso e nos temas focados.

Rap significa Ritmo e Poesia, e pode literalmente mudar a vida das pessoas. Tanto de quem faz quanto de quem ouve, ao ter como foco, em grande parte de sua produção, as experiências de vida dentro das periferias, algumas vidas inclusive transformadas positivamente pelo Rap. O próprio MC Gênio tem em seu nome artístico (Gênio) esta realidade, uma vez que cresceu num universo onde viu muitos amigos perderem suas vidas para as drogas e para a criminalidade. Ele considera a si mesmo e a todos os cidadãos que conseguem enfrentar as dificuldades da difícil vida na periferia e superar as dificuldades com sua arte e seu trabalho honesto verdadeiros gênios.

Gostaríamos muito de poder contar com vocês para divulgar a Batalha do Terminal, dar destaque a esse trabalho que foi idealizado e é conduzido por um jovem vencedor, que busca a arte acima de tudo.

Serviço:

 Batalha do Terminal

Próximo do Terminal de Água Fria 

(Ponto de referência: Sigismundo)

Das 15h00 as 19h00

 

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci