Localizado em um dos mais significativos exemplares arquitetônicos do século XIX, o belo palacete no bairro das Graças onde viveu Augusto Frederico, o filho do Barão de Beberibe, hoje funciona o Museu do Estado de Pernambuco, guardião de parte importante da história.


Ao longo de 80 anos de existência, o Museu criado em 1929, possui um amplo e variado acervo de peças que constituem referenciais marcantes da história do Estado. O espaço é um dos equipamentos culturais do Governo do Estado, gerenciado pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco – FUNDARPE.


Atualmente o acervo do Museu do Estado possui mais de 14 mil itens, agregando importantes coleções que se distribuem nas seguintes categorias: Arqueologia, Cultura Indígena, Presença Holandesa em Pernambuco, Arte Sacra, Cultura Afro-brasileira, Ex-votos, Iconografia, Mobiliário, Porcelana, Cristais e Pintura com telas de artistas como Cícero Dias, Telles Júnior, Francisco Brennand e Burle Max.


 

O Museu do Estado de Pernambuco abrange, além do Palacete Estácio Coimbra – casarão do século XIX, o Anexo I – Espaço Cícero Dias com capacidade para abrigar exposições de médio e grande porte e o Anexo II – uma casa onde são realizados cursos e oficinas de arte.


Inaugurado em 2003, o Espaço Cícero Dias abriga no térreo, a exposição de longa duração “Um acervo revisitado”, montada a partir de amostragens das várias coleções do acervo com curadoria de Emanoel Araujo, e o auditório Joaquim Cardoso, onde são realizadas palestras, oficinas, debates e outros eventos ligados à cultura. O pavimento superior além das galerias de exposições temporárias, abriga o Centro de Documentação Cícero Dias – biblioteca especializada em arte e história com mais de 4 mil volumes entre livros, catálogos e periódicos, alguns deles obras raras, como o livro de Gaspar Barlaeus, escrito em latim, que narra a história do governo de Maurício de Nassau em Pernambuco.


Funcionamento: Terça a sexta-feira, das 9h às 17h.


Sábados e domingos, das 14h às 17h.


Visitação: R$ 5,00 – R$ 2.50 para estudantes


Agendamento de visitas: (81) 3184-3174


Telefone: (81) 3184-3170


E-mail: museu.mepe@gmail.com


 

Versão em inglês


The Pernambuco State Museum can be found in one of the most significant architectonic examples of the XIX century, a beautiful stately home in Graças neighborhood, residence of Augusto Frederico, the son of Beberibe’s Baron. The Museum is guardian of an important part of Pernambuco’s history.


Throughout its 80 year existence, the Museum, created in 1929, has showcased an ample and varied heritage that constitutes a remarkable referential of the State’s history. The institution is one of the cultural highlights of the State Government managed by Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco – Fundarpe.


Currently the Museum exhibits more than 14 thousand items, uniting important collections that are distributed in the following categories: Archeology, Indigenous Culture, Dutch presence in Pernambuco, Sacred Art, Afro-Brazilian Culture, Ex-Votos, Iconography, Furniture, Porcelain, Crystals and Painting, with Canvas Paintings of artists such as Cícero Dias, Telles Júnior, Francisco Brennand and Burle Max.


The Pernambuco State Museum embraces, besides the Estácio Coimbra Stately Home – an XIX century mansion, Annex 1 – the Espaço Cícero Dias with capacity to house medium and large scale expositions and Annex II – a venue where art courses and workshops are undertaken.


On the ground floor of the Espaço Cícero Dias, inaugurated in 2003, the long lasting exposition “A legacy revisited”, exhibits various samples of historical patrimony under the curatorship of Emanoel Araújo, as well as the Joaquim Cardozo auditorium, where lectures, workshops, debates and other cultural events are held. The upper floor, among the galleries of temporary expositions, houses the Cícero Dias Documentation Center – a library specializing in Art and History with more than 4 thousand volumes including books, catalogs and periodicals, some of them rare editions, such as Gaspar Barlaeus’ book, written in Latin, which narrates the history of Maurício de Nassau in Pernambuco.


Opening hours: Tuesday to Friday, from 9 a.m. to 5 p.m.


Saturdays and Sundays, from 2p.m to 5p.m.


Fee: R$ 5,00 – R$ 2,50


Scheduled Visits: (81) 3184-3174



Phone: (81) 3184-3170


E-mail: museu.mepe@gmail.com

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci