Começa hoje exposição em homenagem aos 50 anos de memória de Carlos Pena Filho

Santander Cultural recebe acervo sobre a história do poeta, além de expor 20 criações exclusivas de artistas visuais do Estado

Relembrando a história da vida de um dos maiores ícones da poesia pernambucana, o Santander Cultural recebe a partir das 14h de hoje (19) a mostra Carlos Pena Filho: 50 anos de memória, que segue até o dia 16 de janeiro de 2011. Realizada pela Atma Promo, a exposição tem entrada gratuita e disponibiliza um rico acervo sobre o poeta, incluindo aspectos de sua vida pessoal, sua relação com a cidade do Recife e a ampla cobertura jornalística de sua trágica morte.

A curadoria da mostra leva assinatura de Sérgio Pires e Séphora Silva. Vinte artistas de renome no estado, do tradicional Francisco Brennand ao contemporâneo Rodrigo Braga, também foram convidados para participar da mostra. Cada um deles recebeu um poema de Pena Filho para inspirar a criação de vinte obras originais e exclusivas, explorando as mais diversas linguagens artísticas.

Aproveitando a reunião de tantos artistas célebres, a Atma Promo convidou o cineasta Leo Falcão para registrar, em vídeo, os bastidores da criação das obras, colhendo depoimentos de todos os envolvidos. O filme está sendo veiculado num mini cinema montado no mezanino do Santander Cultural.

Quem também tem contribuição fundamental para a mostra é a pintora pernambucana Tânia Carneiro Leão, que foi casada com o poeta. Além de pintar um quadro em homenagem ao ex-marido, que está exposto em uma seção especial, a artista forneceu grande parte do acervo sobre a vida de Carlos Pena Filho.

O Poeta – Bacharel em Direito, compositor, entusiasta político e um dos maiores poetas pernambucanos. Carlos Pena Filho nasceu no Recife, passou a infância em Portugal e retornou à cidade natal na adolescência. Suas obras, repletas de musicalidade e com forte apelo visual, fazem referência ao movimento, à luz e, principalmente, às cores, com atenção especial para o azul, o que lhe rendeu o apelido de O Poeta do Azul. Sua morte precoce, no dia 1º de julho de 1960, aos 31 anos, nos deixou órfãos de um universo único, que transborda criatividade, sensibilidade e estética singulares.

SERVIÇO

Mostra Carlos Pena Filho: 50 anos de memória

Quando: de 19 de novembro de 2010 a 16 de janeiro de 2011.

Onde: Santander Cultural. Av. Rio Branco, 23 – Bairro do Recife.

Horário: das 14h00 às 20h00, entre terça e quinta-feira, e das 14h00 às 22h00, entre sexta e domingo.

Entrada gratuita

Informações: (81) 3224-1110 .

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci