Jeims Duarte nasceu em João Pessoa/PB, mas é conhecido como um artista plástico “recifense”. Com várias participações em exposições coletivas e individuais no Recife, é a primeira vez que o artista realiza uma exposição em Olinda. RMR – Região Metropolitana Randômica, por Jeims Duarte, é a nova exposição que A Casa do Cachorro Preto apresenta, a partir das 17h deste Domingo(28), com apresentação do DJ Ravi Moreno e do Veejay Mozart.

O título, RMR (Região Metropolitana Randômica), é inspirado na sigla RMR enquanto referência à Região Metropolitana do Recife. O ponto de partida para uma reflexão sobre a natureza geral da condição urbana e metropolitana num mundo de referências culturais em constante fluxo e embate.

A exposição começa por questionar a ideia mesma de metrópole, que diz respeito a um fluxo unidirecional de ‘dominação’ cultural, do centro para a periferia. Para o artista, tal fluxo na verdade implica não só um contrafluxo, mas também microfluxos, no limite, pessoais; não catalogados nas grandes narrativas do embate simbólico. E este movimento pode ser mais aleatórios do que se supõe, problematizando noções como globalização e cosmopolitismo, por exemplo.

Com 30 quadros e 5 instalações, envolvendo diversas técnicas, o artista propõe a sua ‘imagem mental’ da grande cidade. Em suas palavras, “expor em Olinda implica saber-se na Região Metropolitana do Recife, metrópole regional dos hemisférios Sul Ocidental do planeta. Estes diversos escalonamentos me fazem cidadão de uma realidade confusa, heterogênea; para além da aldeia global, porque diz respeito a uma síntese de códigos culturais diversos que, no meu caso, é a minha síntese.

RMR apresenta obras como Brasília Tinhosa, sobreposição fictícia entre o plano piloto da capital federal e Brasília Teimosa, conhecido bairro do Recife. Em outra obra, Ofício 000.: de 11/09/2012, simbolismos varridos da paisagem do Recife retornam, ainda que reproduzindo o momento de seu ocaso. À pergunta ‘o que é uma cidade?’ É assim que Jeims Duarte propõe a pergunta ‘o que é uma cidade, para nós?’

Jeims Duarte é graduado em Artes Plásticas pela UFPE e mestre em Design.  Pesquisa atualmente poéticas relacionadas à noção de ruína e à condição humana no ambiente urbano. Entre as suas principais exposições estão ARCHÉ (Instituto Cultural Banco Real, 2008), 47º Salão de Artes Plásticas de PE (2009) e o Panorama Rumos Itaú Cultural Artes Visuais (2003).

 

Serviço

Dia 28 de abril de 2013, às 17h

Abertura da Exposição RMR – Região Metropolitana Randômica, por Jeims Duarte

Com DJ Ravi Moreno e VJ Mozart

A Casa do Cachorro Preto (Rua 13 de maio,99 – Cidade Alta – Olinda-PE)

Visitação até 26 de maio, de quinta a domingo, das 16h às 21h.

 

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci