dominguinhos_divulgacaoJosé Domingos de Morais, nosso Dominguinhos, grande instrumentista, cantor e compositor brasileiro e exímio sanfoneiro, continua em coma e parece que estamos assim, também paralizados. O baião, a bossa nova, o forró, o xote e o jazz juntaram-se a esse choro engasgado, a esses dedos paralizados, a essa voz silenciada que corta nossos corações.

 Parece “Fim de Festa, com um “Lamento de Caboclo”, suspenderam a “Festa no Sertão”, sem “Dominguinhos e seu Acordeom”. “Ôxente Dominguinhos”, isso é lá coisa que se faça com a gente? Cadê o “Festejo e a Alegria”? Ah! Só nós sabemos como era “Gostoso Demais”. “Dominguinhos e sua Sanfona” pelas “Veredas Nordestinas”. Para nós tá tudo tão triste, mas pra ele está “Tudo Azul”. “É isso aí”! Simples como a Vida”. Estamos contigo mestre Dominguinhos…

 

(Taciana Valença)

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci