O Museu de Arte Contemporânea de Pernambuco – MAC – PE, com apoio da FUNDARPE cumpre importante percurso de consistencia cultural a partir do dia 25 de agosto, abrindo seus salões para inaugurar de uma só vez três exposições em comemoração aos seus 27 anos de existência, resistência, e obstinação em fazer e promover a arte e a cultura como referência que é nestas áreas para Pernambuco, para o Nordeste, e para o país.


A primeira exposição chama-se Altri Confini – Outros Confins. Trata-se de uma coletiva com seis artistas italianos da Associazione Culturale “Terre Incognite”, cuja Presidência é da Pintora Mariannita Zanzucchi, e coordenadoria daJornalista Marinita Neves. – Todos estarão presentes à vernissagem. São eles: Franco Crooco; Luigi Marrazzi; Cláudia Passaglia; Laura Piccininni; Paola Santangeli, e Marianita Zangucchi. Estarão à mostra no Grande Salão do andar térreo.


“A vinda destes artistas para nós significa um gesto de encantamento, e as paisagens de todas as cores da Itália, berço das belas artes, e do extremo da beleza universal, para receber de nós o sol que os alumiará com a nossa brasilidade, os permitindo intercambiar tudo de mais alvissareiros entre nós povos de boa vontade”, diz Célia Labanca, gestora do MAC. Segundo ela, a presença dos artistas no evento também celebra o ano Itália- Brasil, que se comemora este ano na Itália e em todo nosso país.


A segunda coletiva em exposição no MAC é a Luzes da Ribalta. A coletiva dá continuidade ao Projeto “MAC de Fotografia”, que vem lançando anualmente no mercado fotógrafos amadores. O tema escolhido por eles para este ano homenageia Charles Chaplin a partir do seguinte pensamento: “Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio rítimo. Hoje sei que isso é…” . “Eles resolveram com a ‘simplicidade’ própria da sensibilidade do artista, embora com extrema sofisticação. Trazem mensagens poéticas ou realistas sobre a ribalta que ilumina a vida cotidiana”, diz a gestora.]


A terceira exposição, “O outro lado do outro. Sou eu” é uma retrospectiva do Pintor José Alves de Moura – J. De Moura, na Sala de Convidados Especiais na sede do Museu. – Um participante ativo nos meios das artes pláticas. Sobre ele e o seu trabalho, disse Ariano Suassuna: “José de Moura faz submergir tudo ou quase tudo num ambiente de Circo ou mascarada que, acentuado pelo claro-escuro e pelas cores de contrastes violentos, faz surgir diante de nós uma versão triste e grotesca, mas forte, da desfilada humana em direção à Morte.”






SERVIÇO:


Exposições no MAC-PE (Rua 13 de Maio, 157 – Varadouro – Olinda)


Abertura: 25 de agosto, às 19:00 Horas.


Mais informações: 31843153.


Visitação: 25 de agosto a 16 de outubro de 2011.


Contatos:


Pintores Italianos:


Coordenadora da mostra: Marinita Neves – Fone: 8503-2669


Fotógrafos Amadores:


Embaixador Isnard Peña Brasil – 81.9293.9323 – isnard.brasil@gmail.com


Marília Bivar: 81.9988.9568 – bivar_lm@hotmail.com


Rafael Felgado: 81.9745.5531 – rafaeldelgado.pe@gmail.com


Carlos Bayma – 81. 9988.6772 – carlosbayma@gmail.com


Malú Lima – 81.8543.3178 – malulima@hotmail.com

Daniel Rozowikwiat – 81.9172.2872 – danroadv@hotmail.com



Pintor:


J.de Moura – José Alves de Moura – 81.9181.6775





Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci