Definitivamente um ser não muito normal. Inconformado, questionador, criativo. Onde ninguém presta atenção ele está atento. Muitas vezes chamado de “desligado”, por dentro ri, do pouco que tantos percebem dessa vida. Um ser inquieto em sua essência. Buscando nas palavras a perfeição que jamais terá da vida. Uma mesa de bar e um copo, seja do que for, algo onde possa rabiscar as palavras que insistem tirar seu sossego. Só ele saberá e entenderá o valor desse momento de solidão.

Diga-se de passagem: FELIZ SOLIDÃO.  E toda essa genialidade finalmente chega às mãos dos normais, que encantam-se com seus versos, suas histórias, suas viagens, carregando o leitor com cuidado, com carinho.

Escritor, mais que um presente para os  normais do mundo!

 

(Taciana Valença)

 

DIA DO ESCRITOR

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci