cachorro

A Casa do Cachorro Preto apresenta a primeira exposição individual de Arbos

Com 24 anos, Arbos risca na rua desde os 15.  São dele um cangaceiro do Cais Santa Rita,  um bicho de 2 cabeças na Rua 17 de agosto e uma das pinturas que ficam na entrada da Casa do Cachorro Preto.

A exposição Regional Sideral traz todo este percurso em  telas coloridas, desenhos em madeira e, claro, pinturas na parede. Cores fortes e um preto largo. A arte de Arbos agora poderá ser conferida também na galeria da Casa. A abertura da exposição será no sábado, 13 de junho, a partir das 18h e contará com uma projeção de imagens do trabalho de Arbos e o som do Hellcife Soundsystem.

 

Manoel Quitério, artista pernambucano que acompanha de perto o trabalho de Arbos define: “Arbos tem raiz na lama. Filho de orıxá com lampıão, tem o traço dolorıdo, rasgado que nem o barulho “da fumaça, engarrafada nas ruas da cıdade que aterra mangue. Xamanısmo extra-terrestre de traço negro, carregado do sımbolısmo que caı do céu dıreto pra vırar lama. Cangaço cıbertrônıco e mangue beatnık. Deuses que fazem amor com crıaturas rasteıras e negras, queımada do sol de fevereıro. Demônıos que trocam arranha-ceus pela farpa da madeira.” 

 

Abertura da Exposição de Arbos – Regional Sideral

com Hellcife Soundsystem e Projeções de Biarritzz

Sábado, 13 de junho, 18h

Na Casa do Cachorro Preto

Rua 13 de maio, 99

Cidade Alta – Olinda

 

Visitação de Quinta a Domingo.

Até 5 de julho

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci