Hoje comemora-se o Dia Internacional da Terceira Idade e fico feliz em perceber o quanto eles estão sabendo aproveitar essa fase e o quanto estão bem por causa disso. Os limites próprios do amadurecimento e desgaste do corpo já não os impede de nada, ou quase nada. Sabem que, ficando parados, envelhecerão e ficarão entrevados, além de tristes, claro.

Eles fazem pilates, natação, jogam tênis, fazem dança de salão, vão a bailes, fazem viagens, dirigem, reúnem-se com amigos, fazem novas faculdades,  cursos, aprendem computação, fazem yoga, procuram uma aimentação saudável e sabem que tudo isso os deixam cada dia mais joviais e felizes. Os filhos criados, os netos trazendo alegrias sem que exijam deles responsabilidades e o mundo inteiro para redescobrirem.

E como hoje também comemora-se o dia do ADOLESCENTE, por que não chamá-los de “Adolescentes da Terceira Idade?” Sendo estes mais seguros, pois trazem uma vasta experiência de vida.

Hoje eles podem viajar mais tranquilo, experimentar a vida com mais calma, degustando esse tempo com maior prazer. Esses “jovens”, cujos pais envelheceram bem mais cedo, percebem que a expectativa de vida está de acordo com a maneira que vivem e essa descoberta gera por si uma grande felicidade para os que desejam aproveitar ao máximo o que a vida oferece.

Após a aposentadoria começam os planos para a nova vida. Claro que tudo isso deve ser planejado com antecedência, para que não gere no aposentado a sensação de inutilidade, o que faria um efeito nocivo a essa nova e bela fase da vida que passarão a viver. Porém, se tudo isso estiver previsto  e visto como uma nova etapa, que pode ser surpreendente em todos os sentidos, a terceira idade será sim, bem vinda, bem vivida e muito feliz.

(Taciana Valença)

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci