TACI5

Sinto falta de coragem nas pessoas. O que tenho visto é um desdobramento de ódio e acusações que deixam uma energia terrível no ar. Durante essa campanha é triste ver o olhar de alguns, querendo realmente acreditar em você porém tão machucados e descrentes que chega a doer na alma.

Baixamos a guarda para o mal? Sem dúvida alguma o mundo está passando por uma série de transformações e acho que é chegado o momento crucial do bem tentar por as rédeas.  Daí a pretensão de candidatar-me num momento tão atípico pelo qual está passando nosso querido Brasil.

Vale lembrar Paulo Freire em sua preocupação para formar indivíduos conscientes que assumam a condição de sujeitos capazes de reverterem o processo de desumanização que estamos vivendo. Assim como Hannah Arendt, sobre a educação, no conceito do amor mundi que tem o respeito pelo legado das gerações precedentes e o desejo que o mundo se torne espaço de convivência livre e plural.

Hoje nos faltam referências, vemos um Brasil sendo tristemente levado ao caos da desordem, da amoralidade, do desrespeito para com o cidadão, um Brasil onde a hipocrisia impera em nome do poder e da ganância em detrimento dos trabalhadores, pisados e esmagados pela força.

É essa vontade de reagir que faz com que eu siga em frente, graças a Deus, pois poderia sucumbir a tudo e ficar simplesmente como paisagem, quieta, xingando a tudo e a todos. Um momento onde convencer as pessoas que se é do bem é difícil quando estão tão descrentes. Porém, necessário, independentemente de conseguir ou não um voto o ato é de humildade, de humanidade, de levantar o astral, de ajudar a trazer esperança diante do que vivemos hoje.

Não é dizendo que nenhum político presta que iremos resolver nenhum problema, não é desistindo que enfrentamos. Portanto, leitores, peço que nessas eleições procurem conhecer os candidatos, novamente esse discurso, mas é preciso. Como digo, conheço excelentes candidatos, gente de luta, de boa vontade, corretos, que desejam fazer um bom trabalho e tem credibilidade.

Acho  que a mulher merece seu voto de confiança. É sensível, esperta, percebendo o que muitas vezes não está perceptível. Temos uma grande luta pela frente, pela saúde, pela educação, pela diversidade, pelos nossos direitos. Somos muitos e somos fortes, não podemos baixar a guarda!

Estou disposta a fazer a diferença, a chegar mais perto, como sempre fiz por ser o meu jeito de ser, mas chegar tendo o poder de transformar, estando perto das pessoas para que juntas possamos ganhar força, voz e mudanças.

 

Taciana Valença

 

TACI CAMPANHA 1

 

 

 

 

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci