X BIENAL do livro

X Bienal Internacional do Livro de Pernambuco

“Literatura, Resistência e Transformação”

 

Grandes nomes integram programação da décima edição do mais importante evento literário do Norte/Nordeste

 

 

Lançamentos, atividades artísticas e culturais, palestras e discussões variadas marcam a X Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, que acontece de 02 a 12 de Outubro, no Centro de Convenções, em Olinda. Grandes nomes integram uma grade de programação com mais de 100 atividades diferenciadas e gratuitas ao longo de onze dias. Com o tema “Literatura, Resistência e Transformação”, esta festa literária acontece há quase duas décadas e representa um dos três principais eventos do setor no país, comprovando sua importância para a projeção do trabalho de autores e para a aproximação do público com nomes consagrados no cenário literário.

Nesta edição de 2015, a Bienal de Pernambuco propõe “um novo capítulo” como slogan, que envolve a sugestão de virada de página diante do momento de mudanças políticas e culturais, com a preocupação de manter o nível das edições anteriores. “O tema do evento este ano, o tripé Literatura, Resistência e Transformação, está, dessa forma, representado não apenas na programação. Também no perfil dos três homenageados do evento: Luzilá Gonçalves Ferreira, Ascenso Ferreira e Miró”, diz o coordenador geral do evento, Rogério Robalinho. Miró, por sinal, irá recitar o seu mais recente livro, “aDeus”, obra que marca seu retorno à cena literária após problemas de saúde, após a morte da sua mãe e abandono da sua Muribeca. “Miró resistiu. E resistir é também (se) transformar”, reforça Robalinho.

Ao lado da celebração da obra dos homenageados, a programação aposta no debate para atrair o público. “Além de propor o livro como espetáculo, como chamamento para multidões, a programação também busca trazer para Pernambuco palestras e debates que irão discutir alguns dos temas mais importantes da atualidade. O evento só acredita na ideia de uma literatura ‘viva’, de uma escrita que proponha revelações. Assim, trazemos para a arena de discussão nomes como Contardo Calligaris, Jeanne Marie Gagnebin, Ana Martins Marques e Paulo Bezerra”, destaca Rogério Robalinho.

]O olhar diferenciado da clássica literatura russa será foco do debate “Crime e castigo: Traduzindo Dostoiévski” com o tradutor Paulo Bezerra, um dos maiores do mercado literário nacional, em bate papo com a jornalista Priscilla Campos sobre o processo de traduzir o autor russo. Uma das mais importantes poetas brasileiras da contemporaneidade, a carioca Ana Martins Marques falará do processo de composição da sua nova obra com o escritor Fernando Monteiro em “A construção de um projeto poético: o making of de O livro das semelhanças”. A escritora e crítica suíça, radicada no Brasil, Jeanne Marie Gagnebin integrará a discussão “Espaço de jogo e espaço político: sobre a categoria de Spielraum em Walter Benjamin” em conversa sobre um dos temas centrais da obra do filósofo alemão. E o psicanalista e escritor Contardo Calligaris, por exemplo, relembra a história de luta da sua família contra o fascismo e de como esse embate marcou sua trajetória em palestra sobre Resistência. “Meu pai militou na Resistência ao fascismo. Justamente, a Resistência antifascista era a referência da minha militância política nos anos 60 e 70. Resistência é um conceito central na história da psicanálise. Mas, só agora dei-me conta que a Resistência ocupava tamanho espaço na minha história”, comenta o psicanalista e autor de “A Mulher de Vermelho e Branco” (Companhia das Letras, 2011).

Mais uma vez, a iniciativa marca o calendário de eventos culturais com uma vasta lista de pesquisadores e escritores que participam de palestras, mesas redondas, lançamentos e atividades agregadas à agenda que refletem várias gerações e vários olhares, mas com uma só proposta: provocar mudanças e questionamento no público, contribuindo assim para o papel de formador de conhecimento e de saber. Desta forma, a X Bienal Internacional do Livro de Pernambuco mantém o nível das edições anteriores trazendo nomes fortes na literatura internacional como a argentina Selva Almada que lança o seu “O Vento Que Arrasa”, pela Cosac Naify, e o cubano Leonardo Padura, autor de “O homem que amava os cachorros“, que integra o time de escritores da Boitempo Editorial, e que está na previsão de abertura.

Escritores fundamentais da América Latina hoje, eles dialogam com a proposta desta edição e representam esses novos olhares da sociedade. Também estão presentes outros nomes que integram discussões e atividades com foco na expressão da literatura pelas artes, a construção do trabalho literário e a integração de todos os elementos culturais na construção do saber pela leitura. Isso pode ser observado na nova literatura policial que tem entre seus expoentes no Brasil o jornalista e escritor paraense Edyr Augusto, elogiado pela crítica e aclamado pelo público, inclusive apontado como um dos autores da literatura policial mais importante de 2013 e 2014 por veículos especializados. Entre os destaques em sua trajetória, recebeu este ano o prêmio Caméléon de melhor romance estrangeiro, na Université Jean Moulin Lyon 3, na França. O autor tem chamado cada vez mais atenção com suas narrativas ultraviolentas, que se passam no cenário urbano, como a visão policial do tráfico de mulheres.

Debates contemporâneos – O jornalismo e o fetiche da crise” é pauta de discussão do jornalista e sociólogo Muniz Sodré em conversa sobre os impasses do jornalismo hoje com Carol Almeida, editora do Suplemento Pernambuco. “Vou falar da crise contemporânea do jornalismo não apenas como simples efeito da apropriação da informação pública pela internet, mas principalmente como uma crise da mediação (o jornalista como mediador) no âmbito da midiatização, que e uma nova instancia de orientação da vida social por dispositivos de mídia”, diz o profissional, que também atua como professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

“O erotismo na literatura brasileira entra em discussão em palestra da professora Eliane Robert Moraes, especialista em Marquês de Sade e em poesia erótica, que aborda o processo de organizar a antologia de poesia erótica brasileira com a jornalista Priscilla Campos. Professora da Universidade de São Paulo (USP), realizou pesquisas e publicou trabalhos sobre a literatura libertina e o erotismo modernista na Europa e no Brasil. Atualmente volta seu trabalho à investigação das figuras do excesso na prosa de ficção brasileira do século XX, e promove o seu último projeto “Antologia da Poesia Erótica Brasileira”, realizado a partir de pesquisa que envolveu a seleção entre mais de mil e quinhentos poemas picantes.

A literatura contemporânea e o papel de determinados atores da sociedade no processo literário é foco do trabalho da pesquisadora, escritora e crítica literária brasileira Regina Dalcastagnè e de debate na Bienal. Autora de obras como “Literatura brasileira contemporânea: um território contestado” e “Personagens do romance brasileiro contemporâneo”, Dalcastagné avalia aspectos da desigualdade social na literatura e realiza análises minuciosas da forma como a sociedade é retratada na literatura brasileira.

“Os escritores de Pernambuco, que ampliam o espaço no cenário nacional e internacional, aparecem em discussões singulares. Ronaldo Correia de Brito, por exemplo, comenta os campos de concentração em Fortaleza, décadas antes da ascensão nazista. Fernando Monteiro problematiza os 40 anos da morte do cineasta e poeta Pier Paolo Pasolini, expoente polêmico da luta contra os regimes fascistas. Isso sem falar na programação do coletivo Intepoética”, ressalta Robalinho.

Comemorando dez anos de atuação, o Interpoética tem contribuído para a expansão do mercado literário independente e mantém durante a Bienal um programa próprio com o “Interpoética convida”. Entre as propostas da agenda estão outro debate na linha da literatura erótica com “Santas, putas e poetas – erotismo masculino na alcova feminina”, com o jornalista e poeta Samarone Lima, o poeta e escritor Pedro Américo de Farias e Lourival Holanda, escritor, crítico literário e também professor da UFPE. O foco será os homens, seus anseios, viagens e interesse pelo universo intrínseco feminino. E outra oportuna discussão envolve “Literatura na rede” com o editor João Gomes da revista literária online Vida Secreta (http://vidasecreta.weebly.com/) e o produtor Sennor Ramos.

 

Atividades de extensão – Expandindo o conhecimento dentro da plataforma de ações, a X Bienal Internacional do Livro de Pernambuco oferece minicursos especiais como “A reportagem é uma arma de combate”, ministrado pela repórter Fabiana Moraes do Jornal do Commercio, que, durante três dias, irá aproximar os participantes da feitura da reportagem que decompõe os valores-notícia. A proposta é trazer de maneira dialética algumas problemáticas cotidianas do dia a dia de trabalho da própria profissional: racismo, política, mulheres (cis e trans), poder, visibilidade e seu contrário, vida privada como gatilho de análise do macro.

Conhecido pelo pseudônimo DJ Dolores, o produtor Helder Aragão ministra minicurso “Música no cinema: criação e análise’. Nesta atividade, ele trabalhará o processo de criação de trilhas sonoras para o cinema, com a experiência de quem atua no setor em obras premiadas como o longa pernambucano Tatuagem do Diretor Hilton Lacerda.

Outro curso que chama a atenção versa a arte interligada à literatura com a ilustradora Rosangela Maria de Queiroz Bezerra, conhecida como Rosinha, ganhadora de prêmios pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil com “a Velhinha e o Porco” entre outros, e o Jabuti na categoria Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil com a coleção Palavra Rimada. Com o tema “Ilustração e leitura de imagem”, será ministrado com Anabella Lópes, nos dias 11 e 12 de outubro, das 9 às 12h e das 14 às 17h, com um programa de quatro módulos. A proposta é abordar Denotação e Conotação (envolvendo teoria de cor, elementos visuais, técnica e composição), Leitura de Imagem, Figura de linguagem (metáfora, metomínia, hipérbole, sinédoque e personificação), Ilustração (história da ilustração, identidade do ilustrador, o que é qualidade na ilustração e imagem e texto) e Categorias dos livros ilustrados (ilustrado, álbum, de imagem e gráfico).

Dentro desta proposição, a X Bienal Internacional do Livro de Pernambuco se agrega à Livrinho de Papel Finíssimo Editora numa ação prévia da programação do PUBLIQUE-SE! Festival de Publicação Independente (festivalpubliquese.com.br), que acontece de 27 de outubro a 1 de novembro, no Museu da Cidade do Recife, no Forte das Cinco Pontas. De 03 a 12 de outubro no Centro de Convenções, o público poderá conferir atividades diferenciadas promovidas pelo coletivo editorial que lança obras inéditas desde 2007. Na agenda estão ateliê de publicação, bate-papo sobre autopublicação com a equipe da Livrinho de Papel Finíssimo Editora e momento inicial para a criação de um fórum da cadeia produtiva do livro.

Com olhos na questão da transformação do mercado e do cenário nacional com o avanço das novas tecnologias, a décima edição ainda abre espaço para discussão sobre este novo movimento no Café Contexto, no dia 04, com o debate “Cultura e Negócios – como sua rede social pode desafiar a crise” com as jornalistas Dulce Reis (Feed Comunicação e Coletivo Grão) e Márcia Lira (Menos1naestante). Com expertise em jornalismo online e marketing digital, elas debatem com o público o desenvolvimento de estratégias para tornar serviços em cases de sucesso, com ideias para o mercado criativo tendo como eixo a cultura e a gestão de projetos inovadores.

Lançamentos na agenda – A ampla programação da X Bienal Internacional do Livro de Pernambuco também envolve um espaço para apresentação de trabalhos independentes e uma Plataforma de Lançamentos, além de integrar uma vasta lista de novidades do mercado editorial em diversas categorias da literatura. No dia 07 de outubro, o escritor e dramaturgo brasileiro Ronaldo Correia de Brito fala sobre o êxodo na sua literatura, um sintoma que aproxima o nordeste brasileiro do restante do mundo e lança seu mais novo livro “O amor das sombras” pela Alfaguara.

A cantora Karina Buhr lança no dia 08 de outubro o seu livro “Desperdiçando Rima”, pela editora Rocco, que traz textos inéditos, material adaptado das colunas que a autora escreve para a Revista da Cultura e a letra da música “Falta de sorte”, uma das faixas do disco “Vou voltar andando”. Mas, ela ainda conversa com a jornalista Carol Almeida sobre seu trabalho e feminismo, uma das plataformas pessoais da artista que tem rebatido estereótipos da mulher moderna.

No dia 10, o escritor paulista Lourenço Mutarelli conversa com o jornalista Diogo Guedes e realiza sessão de autógrafos do seu primeiro romance em cinco anos, “O grifo de Abdera”, uma obra que leva o leitor a um labirinto de taras, obsessões e identidades emaranhadas. E no dia 12, para marcar o encerramento desta edição, uma das atrações mais aguardadas é o lançamento de “Na porta ao lado” da blogueira e autora Luisa Trigo do blog LULY, reconhecida pelo seu trabalho na categoria de livros infanto-juvenis (como Meus 15 anos), que vem a Pernambuco atendendo ao convite dos fãs para um bate-papo e momento de autógrafos.

Ela se une a outros expoentes da nova geração, que estão se destacando com sucesso, como novos autores da atualidade. Entre essas estão as jovens pernambucanas Clarice Freire e Débora Falcão que aproveitam a Bienal do Livro para apresentar seus trabalhos. Publicitária e escritora, Clarice Freire é um sucesso nas redes sociais com o blog Pó de Lua (http://www.podelua.com/) e já mantém agenda cheia para divulgação do primeiro livro impresso, de mesmo título, pela editora carioca Intrínseca (2014), que traz pensamentos criativos sobre saudade, o medo, a paixão e a alegria, inspirados nas quatro fases da lua (minguante, nova, crescente e cheia), ilustrado com muitos desenhos e com caligrafia característica. E com trajetória significativa no mundo nas letras, Débora Falcão lança “Guerra Negra”, pela Deuses, misturando gêneros com os quais vem se familiarizando como magia, tecnologia e rituais pagãos, entre outros.

O público infantil também contará com agenda diferenciada que envolve cerca de 10 atividades variadas, em parceria com a Cia. de Lazer, organização que traz a experiência bem sucedida de uma Fliportinho para esta décima edição: a Bienalzinha. Este será um espaço especial e exclusivo para as crianças que contará com monitores e recreadores qualificados que os manterão ocupados com uma programação envolvendo cinema, contação de histórias, gincanas e outras ações lúdicas. Desta forma, a organização atende uma demanda dos visitantes que desejarem conferir a feira com tranquilidade, e que poderão deixar seus filhos apreciando um momento só deles longe dos pais, mediante pagamento de uma taxa específica.

Realizada pela Cia. de Eventos e pela Ideação, a X Bienal Internacional do Livro de Pernambuco tem o benefício da Lei Rouanet – Lei de Incentivo a Cultura do Ministério da Cultura – Governo Federal e conta com o patrocínio do BNDES e Petrobrás. Além disso, tem o apoio institucional e cultural de diversas organizações como Empetur – Empresa de Turismo de Pernambuco e Secretaria de Cultura (Governo do Estado de Pernambuco), ANL – Associação Nacional de Livrarias, Plano Nacional do Livro e Leitura – PNLL (iniciativa do MinC com o MEC), Gabinete Português de Leitura, Pizzaria Atlântico, Módulo Containers, CBL – Câmara Brasileira do Livro (organizadora da Bienal do Livro de São Paulo), Libre e União Brasileira de Escritores – UBE.

APP Bienal Pernambuco – A décima edição ainda terá muitas novidades para o público que poderá acompanhar todas as informações pela página institucional (http://www.bienalpernambuco.com/), twitter (https://twitter.com/bienal) e fanpage no Facebook ( https://www.facebook.com/BienalPernambuco?fref=ts). E ainda pode contar com um aplicativo que segue o mesmo modelo da Bienal de São Paulo e que representa um meio eficiente de lidar com uma demanda cada vez crescente de informações a um clique das mãos pelo sistema mobile. O aplicativo terá itens essenciais para informação do público: programação, autores, homenageados, expositores, planta do local de evento e outras informações. Segundo Angelina Hemckmeier, responsável pelo suporte técnico e Customer Success da empresa de aplicativos mobLee, o aplicativo já possui conteúdo mínimo para avaliação da Apple e deverá ser liberado nos próximos dias.

 

SERVIÇO:
X BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO (http://www.bienalpernambuco.com/)

Quando: De 02 a 12 de Outubro, das 10h às 22h

Onde: Centro de Convenções de Pernambuco

 

GRADE DE PROGRAMAÇÃO

 X BIENAL do livro 

* ESPAÇO PAULO FREIRE (AUDITÓRIO)

 

Dia 02/10
17h às 18h PROGRAMAÇÃO SINTEPESintepe 25 anos de resistência e Lutas por Direitos e Valorização.

Mesa expositiva sobre a atuação do Sindicato à frente das lutas em prol dos Trabalhadores da Educação.

19h às 20h Tão longe, tão perto – O escritor cubano Leonardo Padura conversa com o escritor paraense Edyr Augusto sobre a construção do romance policial e relata o enredo de Hereges, sua obra mais recente lançada no Brasil. Em seguida, os autores autografam seus livros.Apresentação da mesa: o sociólogo José Arlindo Soares.
Dia 03/10
15h às 17h Resistência – O psicanalista e escritor Contardo Calligaris relembra a história de luta da sua família contra o fascismo e de como esse embate marcou sua trajetória.Mediação: Paulo Carvalho.
17h às 18h Desafio Interpoética – Mesa de Glosa com desafio entre poetas.
18h às 19h Espaço de jogo e espaço político: sobre a categoria de Spielraum em Walter Benjamin – Escritora e crítica suíça radicada no Brasil Jeanne Marie Gagnebin conversa sobre um dos temas centrais da obra do filósofo alemão. Mediação: Paulo Carvalho
Dia 04/10
15h às 16h Maciel Salú e Isaar França Reincorporam Ascenso – Intervenção musical e poética em homenagem a Ascenso Ferreira.
17h às 18h Sentidos da Literatura – A homenageada da Bienal do Livro, Luzilá Gonçalves Ferreira, conversa com o crítico literário Alexandre Furtado sobre sua obra e a criação em sua vida.
Dia 05/10
18h às 19h SOBRE O VENTO QUE ARRASA – A escritora argentina Selva Almada comenta a respeito do seu primeiro romance lançado no Brasil e sobre o atual panorama da literatura da América Latina com o curador Schneider Carpeggiani.
Dia 06/10
17h às 18h Marco Zero – Por um jornalismo independente e sem fins lucrativos em PernambucoO grupo responsável pelo projeto Marco Zero comenta sobre a importância de encontrar novas formas de se fazer jornalismo em tempos de crise, apresentando o seu modelo de negócios e o pensamento de quem teve que se remodelar para permanecer no mercado.
18h às 19h O jornalismo e o fetiche da crise – O jornalista e sociólogo Muniz Sodré conversa sobre os impasses do jornalismo hoje com Carol Almeida, editora do suplemento Pernambuco.
Dia 07/10
16h às 17h O poder político das palavras A professora de linguística da UFPE Nelly Carvalho fala sobre os problemas de gênero, cor e geografia que o nosso discurso do dia a dia carrega.
18h às 19h Ruídos, interferências e dissonâncias: o que resiste na literatura contemporânea – Nessa sua fala, a professora titular de literatura brasileira da UNB, Regina Dalcastagnè, retrata os pontos tensos e marginalizados na literatura do País. A fala faz parte da homenagem ao poeta Miró.
19h às 20h Miró em aDeus: O homenageado da Bienal do Livro de Pernambuco recita e autografa seu mais recente livro.
Dia 08/10
14h às 16h PROGRAMAÇÃO SINTEPE 

Qual escola queremos?

 

O debate sobre a estrutura educacional e os caminhos a serem percorridos na consolidação de uma Educação estruturante.

16h às 17h Vandré – O homem que disse não Quem foi Geraldo Vandré? Por que ele se tornou amado pelo público e odiado pelos militares na ditadura? São algumas das perguntas que o biógrafo Jorge Fernando Santos tenta responder nessa sua conversa com o público. Em seguida, ele autografará a obra.
17h às 18h Tristes partidas  – Migrantes, refugiados, clandestinos ou retirantes? Ronaldo Correia de Brito fala sobre o êxodo na sua literatura, um sintoma que aproxima o nordeste brasileiro do restante do mundo. E lança seu mais novo livro: O amor das sombras.
18h às 19h “Hoje eu não quero falar de beleza, ouvir você me chamar de princesa” – Karina Buhr conversa com a editora do Pernambuco, Carol Almeida, sobre o seu livro Desperdiçando Rima e sobre a poética da sua obra musical.
Dia 09/10
16h às 17h Crime e castigo: Traduzindo Dostoiévski – O tradutor Paulo Bezerra conversa com a jornalista Priscilla Campos sobre o processo de traduzir o autor russo.
17h às 18h PROGRAMAÇÃO SECULT/ FUNDARPE  

Bate-papo com o escritor Carlos Gomes ganhador do PRÊMIO PERNAMBUCO DE LITERATURA.

Mediador: Wellington de Melo (Coordenador Estadual de Literatura).

18h às 19h  O erotismo na literatura brasileira – a crítica literária Eliane Robert Moraes conversa sobre o processo de organizar a antologia de poesia erótica brasileira com a jornalista Priscilla Campos.
Dia 10/10
10h às 11h Gênero, Raça, Orientação Sexual e Classe: reflexões interseccionais e o Direito à Educação com a escritora e professora Daniela Auad (Unifesp)Nessa palestra-aula, voltada a professores, será analisado o panorama histórico, o debate das relações de gênero na escola que é marcado por avanços e retrocessos, aceitações e recusas, visibilidades e ocultamentos.
14h às 17h PROGRAMAÇÃO SINTEPEDiscussão sobre o plano estadual de educação os avanços e desafios.
17h às 18h A construção de um projeto poético: o making of de O livro das semelhanças  – A escritora Ana Martins Marques fala do processo de composição da sua nova obra com o escritor Fernando Monteiro.
19h às 20h Santas, putas e poetas – erotismo masculino na alcova feminina (Interpoética Convida) – Os homens, seu anseios, viagens e interesse pelo universo intrínseco feminino, com falas dos escritores Pedro Américo, Samarone Lima e Lourival Holanda
Dia 11/10
17h às 18h O grifo de Abdera – Lourenço Mutarelli conversa com Diogo Guedes sobre seu primeiro romance em 5 anos, uma obra que leva o leitor a um labirinto de taras, obsessões e identidades emaranhadas. Em seguida, o autor autografa sua obra.
19h às 20h Santos, cornos e poetas – erotismo feminino na alcova masculina – A resposta dos homens à inquietação das mulheres. Uma provocação inusitada traçando uma mudança de paradigmas deixando de lado o clichê da guerra entre os sexos. Participação das escritoras Luna Vitrolira, Andréa Mota e Cida Pedrosa
Dia 12/10
17h às 18h A blogueira e autora Luisa Trigo do blog LULY lança seu seu livro, Na porta ao lado, Autora de livros infanto-juvenis como Meus 15 anos, ela vem a Pernambuco atendendo ao convite dos fãs para um bate-papo e momento de autógrafos.

 

ASCENSO CAFÉ

 

Dia 02/10 | SEXTA-FEIRA
10h às 13h PROGRAMA PERNAMBUCO CARTONERO SECULT/FUNDARPE
OFICINA CARTONERA – Voltada ao público em geral, escritores independentes, estudantes de design e coletivos artísticos, a oficina ensina desde o princípio como montar uma editora independente, com conteúdo teórico e prático, com a participação de editoras da Liga Cartonera.
17h às 18h Bate-papo de abertura Bienal do Livro.
Dia 03/10 | SÁBADO
10h às 11h Lançamento de Livro Aluno da Rede Estadual | Jaboatão dos Guararapes “Tudo por você” (2a. Edição) – Mateus Melo Escola Henriqueta de Oliveira (Jaboatão dos Guararapes)  Wagner Martins –  “Versos da bela vida” – Gênero Poesia Escola Estadual Alzira da Fonseca Breuel (Jaboatão dos Guararapes)
17h às 18h Por um noir brasileiro O escritor paraense Edyr Auguso fala sobre Pssica, seu thriller sobre tráfico de mulheres, com o curador da Bienal Schneider Carpeggiani. Em seguida, sessão de autógrafos com o autor.
18h às 19h PROGRAMAÇÃO SECULT/FUNDARPEPOESIA NA MÚSICA
19h às 20h
Dia 04/10 DOMINGO
10h às 11h Lançamento livro | Estudante da Rede Estadual | Camaragibe Autor do Poema “As magias do meu barreiro” – Gustavo Messias de Amorim Barbosa – Prêmio 4a. Olimpíada de Língua Portuguesa  “Escrevendo o Futuro” – Categoria Poema.
11h às 12h Lançamento Livro | Professor da Rede Estadual | Casa Amarela | Recife Zanoni Carvalho da Silva – Professor de Matemática – Escola Caio Pereira , autor dos livros:  “Histórias, confissões e ficções do Caio”- 2003 “Métodos Numéricos” – 2010 Participa da Coletânea “Memórias de Água Fria” – 2011 “Raízes” – 2013 “Rabiscos e Literatices” – 2014 
14h às 15h Dê enter e me conte uma história (Programação Interpoética Convida) – Uma conversa sobre o panorama literário infanto-juvenil em Pernambuco, com Gerusa Leal, Iracema Rodrigues e Izabela Domingues.
15h às 16h Mercado Editorial: crises, impasses e futuro – O editor João Scortecci fala do cenário do mercado editorial nos últimos 15 anos.
16h às 17h Cultura e Negócios – como sua rede social pode desafiar a crise ­- Na conversa com a produtora cultural Dulce Reis e Márcia Lira, escritora e responsável pelo projeto Menos 1 na Estante, o público poderá conhecer estratégias de como tornar o seu serviço um case de sucesso, com ideias para o mercado criativo tendo como eixo a cultura e a gestão de projetos inovadores. Mediação do produtor cultural Danilo Carias.
17h às 19h Eu tenho um blog, e você? – II Encontro de blogueiros literários de Pernambuco – A conversa é uma oportunidade para que o público blogger se encontre para tirar dúvidas, discutir sobre a cena literária na web e a cyber-militância nas redes sociais digitais. A ideia é fortalecer a cadeia do livro leitura e literatura com interface entre Economia Criativa e Redes de Cooperação entre jovens e produtores de conteúdo. Debatedores: Marcos Tavares (www.capaetitulo.com.br ) e  Danni Barbosa (www.garotaselivros.com ).
Dia 05/10 | SEGUNDA-FEIRA
10h às 11h Lançamento de Livro | Professor da Rede Estadual – IGARASSU Profa. Cecília de Morais Dantas (Língua Portuguesa) – Escola Aderbal Jurema “O Manifesto dos Caranguejos” (2009)  1º Lugar no Prêmio Elita Ferreira, Prêmio Literário da Academia Pernambucana de Letras (APL), Categoria Literatura Infantil 
15h às 16h CONSTITUIÇÃO E A REFORMA POLÍTICA – 27 anos de Promulgação da  Constituição – Exibição do filme Constituinte: 1987-1988, em seguida debate com Cleonildo Cruz (Historiador e Diretor do filme), Carlos Veras (Presidente da CUT/PE) e Gleisa Campigotto (Frente Brasil Popular).
16h às 17h Mesa sobre Preservação do Patrimônio Histórico com a Homenageada Luzilá Ferreira Gonçalves.A escritora conversa com o Promotor de Justiça  André Felipe Barbosa de Menezes e a Deputada Federal Luciana Santos sobre a preservação do Recife.
17h às 18h O Pasolini da vigésima quinta hora – O escritor Fernando Monteiro relembra os 40 anos da morte de Pasolini e comenta a relevância da sua obra hoje.
19h às 20h Instantâneas da África – Um mergulho sobre a visita à ilha de Goreé, com o fotógrafo Diego Di Niglio e as diversas Áfricas espalhadas pelo mundo. Na mesa o convidado trará à tona sua visão sobre o cotidiano vivido no continente africano e a forma como ele se apresenta na formação de outras culturas, como no Nordeste brasileiro.
Dia 06/10 | TERÇA-FEIRA
10h às 13h A reportagem é uma arma de combate – Minicurso ministrado pela jornalista e escritora Fabiana Moraes.
14h às 15h  Lançamento de Livro | Professor da Rede Estadual / Recife: “O rapto da Sapaenilda”, de  Profa. Solange Regina Holanda Lasalvia – Escola Técnica Estadual de Criatividade Musical.
15h às 16h Entre Robôs e Livros – o desafio de compor uma metodologia de sucesso para atuar de forma transversal unindo tecnologia e educação – A especialista em tecnologia educacional Vancleide Jordão aborda os desafios da educação e da tecnologia como ações interdisciplinares.
16h às 17h O Recife Assombrado – Do Roteiro para as Telas de Cinema – O roteirista Adriano Portela fala sobre o projeto Recife Assombrado e seu processo de roteirização.
17h às 18h O making of de Contraditório – O produtor Helder Aragão, o DJ Dolores, conversa com o curador Schneider Carpeggiani sobre o processo de criação de um dos discos mais comentados da música pernambucana, Contraditório – DJ Dolores e Orchestra Santa Massa, seu potencial estético e a repercussão da música autoral como pauta da arte contemporânea nordestina, que teve Gilberto Freyre e Ascenso Ferreira como bases ideológicas. A fala faz parte da homenagem da Bienal para Ascenso Ferreira –
18h às 21h Música no cinema: criação e análise – O produtor Helder Aragão, o DJ Dolores, ministra minicurso sobre o processo de criação de trilhas sonoras para o cinema, com a experiência de quem atua no setor em obras premiadas como o longa pernambucano Tatuagem do Diretor Hilton Lacerda.
Dia 07/10 | QUARTA-FEIRA
10h às 13h

 

Minicurso A reportagem é uma arma de combate, pela jornalista e escritora Fabiana Moraes.
14h às 17h Minicurso Música no cinema: criação e análise, pelo produtor Helder Aragão, o DJ Dolores.
18h às 19h Eu Conto: Crônicas – Contos e Poemas dos Alunos do Plenus –  O professor Genivaldo Nascimento (UPE) apresenta com os alunos uma obra resultante do concurso literário que o Plenus Colégio e Curso de Petrolina-PE realizou. São 28 textos com poemas, contos e crônicas fruto da criatividade dos jovens.
Dia 08/10 | QUINTA-FEIRA
10h às 13h

 

MinicursoA reportagem é uma arma de combate – Ministrado pela

jornalista Fabiana Moraes.

 

14h às 15h Lançamento de Livro | Professora da Rede Estadual | Recife  “Quando fala uma operária da Educação: Memorial da Professora Fátima Soares”- Autora Profa. Maria de Fátima Ribeiro Soares, da Escola Técnica Estadual de Criatividade Musical  Obras:   “Retratos da Vida”
15h às 16h  Literatura fantástica em Pernambuco – O escritor e professor André de Sena (UFPE) conversa com o público sobre a penetração do gênero fantástico no Estado.
16h às 17h Pernambuco dos Blogs e da Criatividade – A curadora Geórgia Alves conversa com os idealizadores do Café Colombo e juntos traçam um panorama da cena literária pernambucana na web.
17h às 18h Projeto Leia Mulheres com os romances Amada, de Toni Morrisson, e Quarto de despejo, de Maria Carolina de Jesus #leiamulheres2014 (#readwomen2014) é um projeto criado por Joanna Walsh para incentivar a leitura de escritoras. No Brasil, acontece também nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Fortaleza e Porto Alegre. Nessa edição especial da Bienal, será comandado pelas jornalistas Fabiana Moraes, Carol Almeida e Priscilla Campos.
18h às 19h Histórias inventadas me interessam (Interpoética Convida) – Os escritores Cícero Belmar e Sidney Rocha debatem sobre os processos de criação de suas obras, o raciocínio e o encantamento que lhes inspiram a escrita. Mediação: Marcelo Pereira. Em seguida, Sidney Rocha autografa seu mais novo romance, Fernanflor.
19h às 20h Instantâneas da África – Do Goreé para Pernambuco – revisitando a história e o legado africano no Brasil, O fotógrafo Diego di Niglio fala da conexão entre os povos, a resistência dos quilombolas e as relações de pertencimento.
Dia 09/10  | SEXTA-FEIRA
10h às 11h Lançamento de Livro Professora da Rede Estadual | Recife  Profª. Suely Dantas de Oliveira Moura – Especialista em Direitos Humanos da Gerência Regional de Educação Recife Norte  Projeto Conviver com ECA na Escola – Juntos Fazemos a Diferença Projeto Conviver com ECA no SINASE 100 – Pré-Conceito: Construindo uma nova história; Núcleo de Prevenção e Redução das Instabilidades Sociais nas Escolas (NUPRISE) – A Educação em direitos humanos mudando vidas em Pernambuco.  Obra: “Retratos da Vida” (2004) E  Prof. Marta Menezes Livro “Educação Sexual e Pedofilia” Gerência Regional de Educação Metropolitana Norte
11h às 12h Lançamento de Livro Professor da Rede Estadual | Recife Prof. Manoel Pereira da Silva – Gerência Regional de Educação Metropolitana Norte Livro “Retalhos de Emoções – Poemas” Publicado pelo Cimento Poty
16h às 17h Interpoética Convida: O poeta lê Clarice  – Intervenção de Raimundo Moraes
17h às 18h Interpoética Convida – As horas da estrela – Intervenção de Raimundo Moraes e Geórgia Alves.
18h às 19h Espaço Expoidea – Painel Cidades Inteligentes e Humanas  – As Cidades Inteligentes e Humanas são cidades com práticas que reforcem a sustentabilidade, aliada ao uso de tecnologias que promovam a solução dos maiores problemas urbanos através da capacidade empreendedora da população. Debatedores: Genésio Gomes (UPE), Cláudio Nascimento (Diretor de Inovação de Olinda e vice-presidente da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas e José Bertotti – Coordenador Geral da Representação Regional do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação no Nordeste (RENE – MCTI).
19h às 20h A escrita, a leitura e a democratização da literatura – Palestra com o escritor pernambucano Sidney Nicéas
Dia 10/10 | SÁBADO
10h às 11h Lançamento de Livro | Professor da Rede Estadual | Alto da Bondade | Olinda e Arcoverde  Prof. Francisco Guerra de Holanda – Língua Portuguesa – Escola Capitão Luiz Reis – Autor de diversos cordéis – Alto da Bondade (Olinda)  E Prof. Carlos Alberto de Assis Cavalcanti – Língua Portuguesa – Escola Industrial de Arcoverde  “Desentranhado de um olhar infantil” O Livro chamado Itinerário Poética.
11h às 12h
14h às 16h Literatura e Resistência Cultural – bate-papo com Sidney Niceas, Carlos Sierra e o grupo Literáxia
16h às 17h Interpoética  Convida 

LANÇAMENTO DO LIVRO COISAS – POEMAS SELECIONADOS de Pedro Américo de Farias.

 

Recital do autor com presenças de convidados

18h às 19h Interpoética ConvidaVários ovários performance de Biaggio Pecorrelli – o poeta lança mão do seu mais recente livro para fazer um experimento sonoro no qual recita e dispara samples, interagindo com o público. (Censura 18 anos)
20h às 21h Interpoética convida: Samarone Lima recita seu novo livro A invenção do deserto.
Dia 11/10 | DOMINGO
9h às 12h  Minicurso: Ilustração e leitura de imagem com a ilustradora Rosinha (Rosângela Maria de Queiroz Bezerra). O minicurso é voltado a professores, bibliotecários, mediadores de leitura, estudantes e público em geral.
14 às 17h 

 

Minicurso: Ilustração e leitura de imagem com a ilustradora Rosinha (Rosângela Maria de Queiroz Bezerra).
O minicurso é voltado a professores, bibliotecários, mediadores de leitura, estudantes e público em geral.
17h às 18h Literatura na rede (Interpoética Convida): Na comemoração de 10 anos do portal interpoética, João Gomes e Clarice Freire falam sobre suas experiências poéticas na rede. Mediaçao: Raimundo de Moraes
18h às 19h A Literatura brasileira e a sua relação com a América LatinaPalestra do Escritor Carlos Henrique Sierra
Dia 12/10 | SEGUNDA-FEIRA
10h às 12h  Minicurso: Ilustração e leitura de imagem com a ilustradora Rosinha (Rosângela Maria de Queiroz Bezerra). O minicurso é voltado a professores, bibliotecários, mediadores de leitura, estudantes e público em geral.
14h às 17h  Minicurso: Ilustração e leitura de imagem com a ilustradora Rosinha (Rosângela Maria de Queiroz Bezerra). O minicurso é voltado a professores, bibliotecários, mediadores de leitura, estudantes e público em geral.
15h às 17h  PROGRAMAÇÃO SECULT/FUNDARPE:Vulneráveis- Mostra Audiovisual + Debate
17h às 18h PROGRAMA ÇÃO SECULT/FUNDARPELançamento do Livro O MAR DE FIOTE

 

 

* BIENALZINHA

 

 Dias 02/10 e 03/10
9h Recepção
10h Jogos Gigantes
11h Bate Papo
12h Cine Vela
13h LIVRE
14h EmpreenderLER/OFICINA
15h EmpreenderLER
16h EmpreenderLER
17h Bate Papo
18h Gincana
19h Cine Vela

 

 

 Dias 04/10 e 05/10
9h Recepção
10h Jogos Gigantes
11h Bate Papo
12h Cine Vela
13h LIVRE
14h Recepção
15h EmpreenderLER/OFICINA
16h EmpreenderLER/OFICINA
17h Jogos Gigantes
18h Brincadeiras Literárias
19h Cine Vela

 

 

 Dias 06/10 e 07/10
9h Recepção
10h Jogos Gigantes
11h Bate Papo
12h Cine Vela
13h LIVRE
14h Recepção
15h Gincana
16h Bate Papo
17h Jogos Gigantes
18h Bate Papo
19h Cine Vela

 

 

 Dias 08/10 e 09/10
9h Recepção
10h Jogos Gigantes
11h Bate Papo
12h Cine Vela
13h LIVRE
14h Recepção
15h Gincana
16h Bate Papo
17h Jogos Gigantes
18h Gincana
19h Cine Vela

 

 

 Dos dias 10/10 a 12/10
9h Recepção
10h Jogos Gigantes
11h Bate Papo
12h Cine Vela
13h LIVRE
14h EmpreenderLER/OFICINA
15h EmpreenderLER
16h EmpreenderLER
17h Bate Papo
18h Gincana
19h Cine Vela

 

 

SERVIÇO:
X BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO

Quando: De 02 a 12 de Outubro, das 10h às 22h

Onde: Centro de Convenções de Pernambuco

Sobre a Bienal: http://www.bienalpernambuco.com/


Expediente:

Coordenação Geral: Rogério Robalinho
Coordenação Executiva: Silvia Robalinho

 

Equipe de Produção:

Deusdedit Alexandre –Produção Executiva
Danilo Carias – Produção Executiva

 

Equipe de Comunicação:

Coordenação de Comunicação: Fábio Lucas
Assessoria de Imprensa:Ivelise Buarque (Jornalista)

Redes Sociais: Bruno Diniz
Gestão do Aplicativo: Márcio Andrade

 

Curadoria:

Schneider Carpeggiani
Raimundo de Moraes
Geórgia Alves
Alexandre Furtado

 

Informações:
Ivelise Buarque –  (81) 99194-0814

Deixe uma resposta

BLOGS PARCEIROS
Blog de 1 a 10
Recanto das Letras
Blog Olhares Blog Escritaci